quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Texto publicado no Varzeense


Aqui fica o texto:

Notícias do Cadafaz

Retificação sobre o transporte para consulta médica
No meu último artigo, informei que os utentes do Cadafaz já se podiam deslocar em transporte gratuito para as consultas, mas que este serviço estaria a cargo da Junta de Freguesia. Esta foi a informação que foi me dada e que publiquei, mas não está exata. Lamento ter induzido em erro e faço a sua correção:
A situação foi realmente desbloqueada e o correto é que o transporte continua a estar a cargo da Câmara Municipal de Góis, sendo que a Junta de Freguesia é que contactou com a pessoa que está fazer o transporte.

União Recreativa do Cadafaz
A União realizou o seu almoço do 54º aniversário no passado dia 26 de novembro, mais uma vez, a Casa de Convívio do Cadafaz, voltou-se a encher.

Casa de Convívio
A Junta de Freguesia mandou substituir as portas das casas de banhos, as quais precisavam há muitos anos serem trocadas.


quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Texto publicado no Varzeense



Aqui fica o texto:

Notícias do Cadafaz

Quelho da Maria do Rosário
Num artigo que escrevi e que foi publicado no passado dia 31 de Maio neste jornal, falei do arranjo do Quelho da Maria do Rosário que fica entre a Rua Prof. Arminda de Jesus Alves Martins e a Barroca, o qual iria ficar descaracterizado, já que os degraus iriam ser feitos em cimento.
A Junta de Freguesia mandou fazer a obra, a qual já está concluída, os degraus não foram cimentados como estaria inicialmente previsto, mas foram colocadas pedras onde foi preciso colocar e restaurados os que eram preciso serem arranjados. O quelho ficou muito bonito, mantendo as características típicas da zona.
Valeu a pena chamar a atenção sobre este quelho!

Transporte para consulta médica
No meu último artigo, que foi publicado no dia 30 de setembro, falei que os utentes do Cadafaz da Drª Cláudia deixaram de ter direito ao transporte gratuito quando a Drª entrou em licença de maternidade e que com o seu regresso ao serviço, continuavam sem ter acesso ao transporte fornecido pela Câmara para irem as consultas médicas em Góis.
Parece que a situação já foi desbloqueada e que os utentes já se podem deslocar em transporte gratuito para as consultas, mas agora, este serviço está a cargo da Junta de Freguesia.

União Recreativa do Cadafaz
A União realizou uma torresmada e magusto no passado dia 29 de outubro, mais uma vez e como já vem sendo habitual muitos foram os cadafazenses e não só que marcaram presença, foram momentos de muita boa disposição e de grande convívio.
O próximo almoço da União será no próximo dia 26 de novembro.


Poderão ver as fotos no meu blogue: http://cadafaz-gois.blogspot.pt




sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Quelho da Maria do Rosário

O Quelho da Maria do Rosário que fica entre a Rua Prof. Arminda de Jesus Alves Martins e a Barroca, foi arranjado. No passado mês de maio escrevi que este iria ficar descaracterizado, já que os degraus iriam ser feitos em cimento.
A Junta de Freguesia mandou fazer a obra e esta já está concluída, os degraus não foram cimentados como estaria inicialmente previsto, mas foram colocadas pedras onde foi preciso colocar e restaurados os que eram preciso serem arranjados.
O quelho ficou muito bonito, mantendo as características típicas da zona, como o podem comprovar pelas fotos.
Valeu a pena chamar a atenção sobre este quelho!


Antes



Agora







Nota: a água que se vê nas fotos não é da fossa séptica, mas sim devido a um tubo de água que está roto e que a Câmara Municipal vai reparar.

sábado, 5 de novembro de 2016

Leite-creme com maçã

A pedido de várias pessoas, coloco a receita do Leite-creme com maçã, que tanto sucesso fez:

Receita para 10 pessoas
Preparação: 1h30

Ingredientes
1 kg de maçã reineta
130g de açúcar
1 pau de canela
1 kg de maçã vermelha
40g de manteiga
350g de açúcar para polvilhar
2 colheres de sopa de Brandy
Para o Leite-creme
1 l de leite
250 g de açúcar
30 g de farinha Maizena
8 gemas de ovos
1 casquinha de limão
Açúcar de cana para queimar

Modo de preparação
Lave, descasque e retire os caroços às maçãs reineta, corte em pedaços e coloque numa caçarola com 2 dl de água. Leve ao lume com 130g de açúcar e o pau de canela, até ficar em puré. É mais rápido se tapar o tacho e só mexer de vez em quando. Não se pretende um puré fino, mas sim com alguns pedacinhos de maçã inteira.
Quando estiver pronto retirar o pau de canela e deixar arrefecer.
Lave, descasque e parta as restantes maçãs em cubinhos com 0,5cm de lado.
Numa frigideira coloque a manteiga e aqueça bem. Deite a maçã e salteie com o açúcar. Flameje com o Brandy.
Coloque o puré de maçã no fundo dos copos e, a seguir, os cubos de maçã salteados.
Reserve no frio. Faça o leite-creme, colocando o leite ao lume numa caçarola com a casca de limão. Misture o açúcar com a Maizena e as gemas de ovos, deitando um pouco de leite ainda morno. Quando o leite ferver, retire a casca de limão e junte as gemas, mexendo sempre com varas. Deixe ferver 2 minutos e arrefecer uns 5 minutos. Distribua pelas taças que devem ir ao frigorífico, novamente, pelo menos 3 horas.
À hora de servir, queime o leite-creme com um maçarico pequeno ou com o ferro.
Se desejar, sirva com bolachinhas de manteiga.

Receita retirada de um livro de culinária.





segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Torresmada e magusto da União Recreativa do Cadafaz

A União Recreativa do Cadafaz, realizou no passado sábado, dia 29, uma torresmada e magusto. A ementa constava como entrada: paté, sopa: caldo verde, prato: torresmada, sobremesa: leite-creme de maçã e várias bebidas. O almoço foi confecionado pelos elementos da Direção, nele estiveram presentes 68 pessoas.
No final da tarde realizou-se o magusto, que juntou mais pessoas. Estes dois eventos foram de grande convívio, onde não faltou as caras enfarruscadas e a boa disposição.
Aqui ficam algumas das fotos para recordar:



























































Brevemente poderão ver mais fotos no blogue da União.

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Mudança de hora

Amanhã à noite, vamos entrar na Hora de Inverno, que se vai manter até dia 26 de Março de 2017, por isso, não se esqueça de atrasar às 2 horas, o seu relógio em 60 minutos.

Imagem retirada da Internet


Mudança de hora

Amanhã à noite, vamos entrar na Hora de Inverno, que se vai manter até dia 26 de Março de 2017, por isso, não se esqueça de atrasar às 2 horas, o seu relógio em 60 minutos.

Imagem retirada da Internet


quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Folhas Soltas de Cadafaz Por A. Silva

Um Tema Atrasado Mas... Atual
Continuar a recordar as antigas Colectividades e os seus pioneiros, creio que faz parte do nosso sentimento e obrigação, não só porque ainda tivemos o privilégio de conhecer alguns deles, como assistir e beneficiar dos seus exaustivos esforços e percursos na expectativa de irem sempre conseguindo obras de utilidade comunitária e imprescindíveis quer nas suas aldeias quer em toda a freguesia e assim todos em conjunto fossem desta ou daquela povoação se integravam em igualdade de ideias, projetos e entre ajuda e onde não faltavam os convívios, excursões e outros meios de aquisição de verbas para a coletividade. Atualmente o modo de pensar parece não ser exatamente o mesmo, talvez por essa razão vamos assistindo ao desaparecimento de grande parte dos seus trabalhos de mérito sem que se tenha tentado fazer mais ou melhor ou apenas conservar, resta-nos a disparidade de ideias onde os feitos não contam em igualdade para todos.
E, ao mencionar as Colectividades, referir-me-ei à nossa União Recreativa de Cadafaz embora com alguma tenuidade vai fazendo por dar eco não só à própria entidade como demonstrar que Cadafaz ainda existe e faz parte do Concelho de Góis, embora na realidade não pareça... O evento Festival das Sopas levado a cabo pela primeira vez em 2013, pelos nossos Jovens da União Recreativa, não teria tido de início a afluência desejada, talvez por ser uma novidade, no entanto não desmoralizaram e a ideia ou imposições pessoais da sua expansão pelas restantes povoações da freguesia foi uma ação aplausível não só como elo de confraternização como demonstração de dotes culinários. No entanto, não posso deixar de refletir: - Teria qualquer outra Coletividade procedido desta maneira em relação a Cadafaz? Duvido, tal é a desintegração que nos últimos anos se verifica. Aliás, penso que inclusivamente talvez não fosse impossível promover algo em que as Colectividades da União de Freguesias Cadafaz-Colmeal se integrassem num conjunto de confraternização, embora com temas variados. Seria bom refletir um pouco mais na sensibilidade das pessoas porque ninguém gosta de ficar esquecido, e esse será certamente um dos fatores que foi ou será pouco esclarecido para mais tratando-se de populações tão reduzidas.
Porém, a União Recreativa de Cadafaz deu início a um bom exemplo e creio que talvez consigam vincar um pouco mais e ir mais além, cooperando com outras coletividades, mesmo fora da União de Freguesias, em projetos e iniciativas, este era também o lema da antiga Liga de Melhoramentos da Freg.de Cadafaz, segundo os documentos que nos deixaram. Outra situação a definir é que os sócios não sejam só, para o pagamento de uma quota, segundo os estatutos parece haver algo mais de informação e ou cooperação, visto tratar-se de funções sem fins lucrativos, será essencial a entre ajuda dos associados e relevância dos seus orientadores.
NOTA: Penso que o Parque no Carreiro foi obra da União Recreativa... mas, passados vários anos a obra está por terminar ao verificar- se que no primeiro espaço do lado esquerdo onde está implantado um busto de alguém que tanto se interessou pela União e pela sua terra Cadafaz portanto merecedor de todo o nosso respeito, não é admissível o aspeto de desperdícios e não só junto ao muro. Será muito dispendioso o acabamento do muro com grade, ou parede? Aqui fica o meu apelo na tentativa de que se dê uma melhor imagem não só a este local como às restantes entradas da povoação visto que todas “primam” pelo aspeto degradante de desarrumação e variedade de objetos.
Cadafaz, agosto 2016


in O Varzeense de 15 de outubro de 2016

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Folhas Soltas de Cadafaz Por A. Silva

Memórias e Desilusões
Não creio que os Cadafazenses sejam supersticiosos, mas que parece existir algo de desdita em relação a esta povoação é uma hipótese que nos faz meditar! Não porque tenham faltado ideias progressistas com conhecimento, valor e boa vontade, porém, se algumas chegaram a ser concretizadas, foi porque foram geridas por grandes valores humanos com igualdade de ideias, isto há algumas décadas. Mas mesmo assim quantas eram abafadas ou relegadas para outros locais, o que atualmente mais se acentua porque a influência é superior ao rigor e até às necessidades existentes ou prementes nesta ou naquela povoação.
De vez em quando releio os meus apontamentos já publicados, recordando as Memórias e Desilusões de que tenho tido conhecimento em Cadafaz. E, mais uma vez, mencionarei algumas das que ainda estão por concretizar passado tantas décadas, terá sido pouca sorte ou confiança demais. Vejamos por exemplo:
1) A estrada em terra batida de apenas 6 Km. Cadafaz - Selade do Braçal, que bastante beneficiava a povoação no acesso à Pampilhosa da Serra e não só. Constou que tinha sido atribuída uma verba há alguns anos para o alcatroamento. Que terá acontecido para que a situação se mantenha na mesma? Mais tarde o então Presidente da Junta de Freguesia tentava adquirir esse benefício quando da implantação das Eólicas mas já não conseguiu e os elementos que se seguiram nada fizeram.
2) - Um Museu em Cadafaz, sonho do Tenente Coronel Américo Alves Martins, infelizmente já não o conseguiu concretizar e a ideia continua no esquecimento.
3) - Centro de Dia e Lar em Cadafaz - fizeram-se reuniões, peditórios angariações de várias espécies, gastos em obras bastante significativas mas o LAR que era para ser em Cadafaz foi sendo pouco a pouco relegado para outro local, com ele desaparecendo também o serviço de apoio centrado na povoação.
4) - Com grande destaque surgiu em 2009 a ideia de uma Confraria do Cabrito e da Castanha com sede na Freguesia, depois de alguma propaganda e festa a engalanar a ideia que era genial como muitas outras que não dão em nada foi seguindo leve levemente até que desapareceu da freguesia de Cadafaz, mas sim a proclamação na sede do Concelho?
5) - Em 2005 o problema de acesso à rede da PT era quase um milagre depois de vários apelos para resolução, ficava sempre em nada resolvemos em 2012/13 pedir as entidades representantes da Freguesia a possibilidade de colocação de um poste de Rede Móvel. Porém, as várias reuniões, opiniões e sugestões mesmo com a vinda de um técnico, graças a um conterrâneo que particularmente se interessou e mais... a oferta de outro com um terreno para a implantação do mesmo. O certo é que a falta de empenho das entidades representativas e associativas, os custos elevados e a opinião de que só beneficiava esta povoação sem sequer ter sido decidido o local mais adequado, levou a que nada fosse feito até hoje, como se esta comunidade, na maioria idosos, não tivesse direito a um benefício de grande utilidade e acompanhamento mais que justo, para mais estando a povoação a suportar os inconvenientes ruídos, das Torres Eólicas. Sabendo-se que os proventos materiais e industriais da freguesia não surgem nas margens do Ceira. E, se em 2015 conseguimos obter para quem pode adquirir os serviços da Fibra Óptica mesmo sem acesso a rede móvel, foi por intermédio de alguém que particularmente se interessou. Já que pelos nossos representantes parecia que Cadafaz não fazia parte do programa para beneficiários das novas tecnologias. Mas no entanto houve informação que foi recentemente colocado um poste de Rede Móvel numa das povoações da freguesia de Cadafaz. E interrogamo-nos quantas povoações afinal ficaram abrangidas por este serviço? Não estou de maneira alguma a tentar criticar as comunidades que se unem e tentam adquirir bens necessários ao seu bem estar só é menos humano que a intervenção das Entidades não seja íntegra em igualdade de benefícios a todos os munícipes ou fregueses já que esse processo se aplica em igualdade quanto a taxas, taxinhas, sobre taxas e impostos. Porém, não nos sentimos infelizes já que Cadafaz continuará a ser aquilo que os seus antepassados ensinaram benevolentes e caridosos. Apenas lamentamos situações que deviam ter um pouco mais de atenção como por exemplo os muros de resguardo às bermas e vias de Cadafaz que se encontram em péssimo estado de conservação. Embora tenha sido notícia que a Câmara pensou, decidiu e aprovou um empréstimo para melhoramento da rede viária. Também vou renovar um pedido já feito à União de Freguesias ou seja, a colocação e conservação das placas informativas não só a quem se encontra à entrada de Cadafaz, próximo do cemitério, como a do cruzamento de indicação Cadafaz-Tarrastal-Corterredor- Folgosa, mereciam um aspeto e suporte diferente, inclusive, aqui também seria importante a indicação de acesso à via nacional n°2, Pampilhosa-Lousã. Outra das situações que nos parece estar em vias de regressar é o uso de lanternas para circular nas ruas da povoação de Cadafaz, tal é o horário de acender a iluminação pública, ou seja, depois de escurecer já há algumas horas, embora esta situação já tenha sido alertada pelas entidades competentes, só mencionaram duas povoações. Será poupança? Ou mais uma demonstração do acompanhamento solidário aos idosos nas aldeias. E aqui mencionarei um Titulo de destaque publicado em 3/3/16 “Idosos de Góis Vivem Menos Isolados com o Acesso ao Serviço de Teleassistência Domiciliária”. Claro como tantos outros só a publicação do serviço não nos alegra... Como e onde funciona tal serviço de assistência? Outra situação que nos parece menos eficiente é o conhecimento do teor da qualidade da água da rede pública. Não seria possível a afixação dos resultados nos serviços ou Placard da União de Freguesia. Visto que é também um assunto de interesse publico e que nem todos tomam conhecimento já que estes dados só se encontram afixados no Centro de Saúde-Góis.
Notamos que a primazia ou idoneidade em referência a Cadafaz está posta em causa, daí a inobservância a que estamos submetidos, mesmo verificando-se que esta povoação quase sobrevive (mais de metade) com pessoas que não são naturais da povoação e que foram atraídas por pessoas e serviços prioritários que lhes têm sido retirados. É caso para pensar, afinal o que nos prende a um local onde só contamos como contribuintes... Será que as Memórias do Passado nos ajudam a ultrapassar o Presente?

Cadafaz, agosto 2016

in O Varzeense de 30 de setembro de 2016

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Texto publicado no Varzeense



Aqui fica o texto:

Notícias do Cadafaz

Falecimentos
Faleceu no dia 12 de setembro em Coimbra, Elvira dos Anjos Brás. A D. Elvira era viúva de Guilherme Simões Alves. O funeral realizou-se no Cadafaz no dia 14.
À família enlutada os meus sentidos pêsames.
Faleceu no dia 16 de setembro em Lisboa, Arminda Jesus Ferreira de Almeida. A D. Arminda era viúva de António Batista de Almeida e mãe de António José Almeida. O funeral realizou-se em Lisboa no dia 17.
Ao Tó Zé, esposa e filhos os meus sentidos pêsames.


Visita do Sr. Comendador Rui Nabeiro ao Cadafaz
Em 2011, um grupo de idosos pertencentes á antiga Freguesia do Colmeal, visitaram Campo Maior e foram muito bem recebidos pelo Sr. Comendador Rui Nabeiro. Como retribuição a Junta de Freguesia convidou o Sr. Comendador a visitar a União de freguesias de Cadafaz e Colmeal.
Esta visita realizou-se no dia 17 de setembro, tendo sido recebido no Cadafaz, onde esteve breves minutos, pelo Secretário de Estado do Ambiente Engº Carlos Martins, que pertence ao Cadafaz e o Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural Engº Amândio Torres, depois, toda a comitiva que o acompanhava, seguiu em direção do Colmeal onde iria ser homenageado.
Foi pena a Junta de Freguesia não ter dado informação aos fregueses que vivem no Cadafaz que o Sr. Comendador estaria na aldeia, visto terem sabido pela comunicação social! Mesmo assim estiveram presentes algumas pessoas e representando a União Recreativa do Cadafaz o presidente Valdemar Nunes, vice-presidente Paula Santa Cruz e Vogal José Alves.

Poderão ver as fotos no meu blogue: http://cadafaz-gois.blogspot.pt

Transporte para consulta médica
Os habitantes do Cadafaz que têm como médico de família a Drª Cláudia tiveram durante vários anos transporte gratuito fornecido pela Câmara Municipal de Góis para as consultas médicas em Góis. Quando a Drª Cláudia entrou em licença de maternidade deixaram de ter direito ao transporte gratuito. A informação que lhes foi fornecida era que não tinham médico de família. Infelizmente durante o tempo da licença, várias pessoas tiveram de recorrer a táxi pago por eles e foram atendidos por outros profissionais de saúde, estas deslocações tornam dispendiosas já que as reformas delas são baixas. Neste momento a Drª Cláudia voltou a retomar o seu serviço, mas os seus utentes do Cadafaz continuam sem ter acesso ao transporte fornecido pela Câmara para irem as consultas médicas em Góis. 


Paula Santa Cruz