quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Atuação do Rancho na Sandinha

As duas fotos foram tiradas na Sandinha, pela altura da festa no mês Agosto, numa atuação do Rancho Folclórico do Cadafaz no final dos anos 80 ou início dos 90.





sábado, 4 de fevereiro de 2017

Falecimento


Faleceu, a Srª Isilda Augusta Martins
A D. Isilda era viúva do Sr. Manuel António Martins e mãe do Sr. Engº Carlos Martins.
O funeral realiza-se amanhã, dia 5, às 16h30 horas, no Cadafaz e seguirá para o cemitério local. 
À família enlutada os meus sentidos pêsames.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Texto publicado no Varzeense



Aqui fica o texto:

Notícias do Cadafaz

Preparativos para o Bodo
Na tarde do passado sábado, dia 21, foram escolhidas as castanhas na Casa do Bodo, para isso juntaram-se meia dúzia de pessoas, na Casa do Bodo, para ajudarem os mordomos.
No fim do dia, as castanhas foram cozidas pelo José António Gomes, á porta do café. Com a água do caldo das castanhas foi feita uma sopa com couve e carne, organizada pelo Sr. Virgílio Lopes. Enquanto se fazia a sopa também houve chouriços assados e entremeada assada trazidos pelo António Nunes e Filipe Santa Cruz. A sobremesa foi feita pela Ana Paula Martins.
Foi mais um motivo para haver um excelente jantar convívio, que terminou já bem tarde.

Bodo 2017
No domingo, dia 22, realizou se o Bodo em honra do Mártir São Sebastião. As 11 horas, foram benzidas as castanhas, 1700 pães e o vinho e logo de seguida foi a celebração da palavra. No final, decorreu a procissão com o andor do Mártir São Sebastião que foi levado por alguns dos mordomos deste ano.
Pouco depois, deu se início a distribuição das castanhas, do vinho e do pão às pessoas presentes, que apesar do frio que se fazia sentir não quiseram faltar a esta festa, que se celebra desde há muitos anos, mas que infelizmente de ano para ano tem vindo cada vez menos pessoas ao Bodo.
É pena que não houve celebração de missa e principalmente que a bênção do Bodo não tenha sido feita por um padre, já que é uma festa muito religiosa, mas pode ser que a nova comissão da Fábrica da Igreja do Cadafaz consiga que o sr. Padre venha mais vezes celebrar missa ao Cadafaz.
Para o ano o Juiz é o José António Gomes e os mordomos para o Cadafaz são: Américo Antunes e Márcio Neves. 

Convívio do Bodo
No final da entrega do Bodo, o juiz Américo Antunes, também realizou o lanche convívio que nos últimos anos se tem vindo a fazer. Houve sardinhas assadas, que estavam muito boas, e entremeada grelhada. O convívio decorreu até ao final da tarde. Depois, um grupo dirigiu-se ao café para comer a sopa que tinha sobrado da véspera.


União Recreativa do Cadafaz
A União está a realizar umas obras de beneficiação no Abrigo Escola (antiga escola primária) que servirá para dar utilidade às instalações.

sábado, 28 de janeiro de 2017

Convívio do Bodo

No final da entrega do Bodo, o juiz Américo Antunes, também realizou o lanche convívio que nos últimos anos se tem vindo a fazer. Houve, sardinhas assadas, que estavam muito boas, e entremeada grelhada. O convívio decorreu até ao final da tarde. Depois, um grupo dirigiu-se ao café para comer a sopa que tinha sobrado da véspera.
Aqui ficam as fotos de mais um excelente convívio:





























 


















sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Bodo 2017

No domingo, dia 22, realizou-se o Bodo em honra do Mártir São Sebastião. As 11 horas, foram benzidas as castanhas, 1700 pães e o vinho e logo de seguida foi a celebração da palavra. No final, decorreu a procissão com o andor do Mártir São Sebastião que foi levado por alguns dos mordomos deste ano.
Pouco depois, deu se início a distribuição das castanhas, do vinho e do pão às pessoas presentes, que apesar do frio que se fazia sentir não quiseram faltar a esta festa, que se celebra desde há muitos anos, mas que infelizmente de ano para ano tem vindo cada vez menos pessoas ao Bodo.
É pena que não houve celebração de missa e principalmente que a bênção do Bodo não tenha sido feita por um padre, já que é uma festa muito religiosa, mas pode ser que a nova comissão da Fábrica da Igreja do Cadafaz consiga que o Sr. Padre venha mais vezes celebrar missa ao Cadafaz.

Para o ano o Juiz é o José António Gomes e os mordomos para o Cadafaz são: Américo Antunes e Márcio Neves. 


Ás 10h30, o Adro estava com uma grande camada de geada!



Filipe Santa Cruz e José António Gomes, mordomos do Cadafaz

Armando Neves, mordomo de Capelo

Benção do Bodo

António Nunes, mordomo da Candosa e Filipe Santa Cruz mordomo do Cadafaz














Américo Antunes, Juiz; José António Gomes e José Luis Tomé mordomo do Corterredor



Vírgilio Henriques e José Manuel Henriques, mordomos da Cabreira











Jaime Alves e D. Natália, mordoma da Sandinha